O Brasil é um país tropical. Você já deve ter escutado essa frase antes, mas o que talvez não saiba é que também somos o país com maior incidência de raios do mundo. E por que estamos falando disso? Os raios, apesar de serem comuns em qualquer época do ano, são ainda mais frequentes em estações como primavera e verão e geram prejuízos de um bilhão de reais anualmente, segundo pesquisas do Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT). Para evitar riscos a nossos bolsos e a nossos dispositivos, vamos te mostrar como minimizar danos e proteger equipamentos eletrônicos com nobreaks.

Por que o Brasil é o país com maior incidência de raios?

Por ser um país tropical, já que a maior parte de seu território encontra-se entre os trópicos de câncer e capricórnio, o Brasil apresenta temperaturas elevadas e alta umidade do ar, fatores que favorecem a formação de tempestades e raios. Combinado a isso, também temos características demográficas que resultam em um cenário de instabilidade, pois além de uma rede de distribuição de energia elétrica precária, também temos baixo investimento e falta de padronização no setor.

O que são raios?

Os raios são descargas elétricas que ocorrem geralmente entre uma nuvem e o solo.

Formam-se pouco antes do início da chuva ou no estágio final da tempestade e podem causar instabilidades nas redes elétricas. Eles percorrem as fiações elétricas descarregando uma grande quantidade de energia até encontrarem um local aterrado. Sem a proteção adequada, uma simples variação pode causar diversos danos a TVs, roteadores, videogames, sistemas de segurança ou qualquer dispositivo que esteja conectado à eletricidade, deixando sistemas vulneráveis ou inoperantes.

Como proteger os equipamentos eletrônicos com nobreaks?

Geralmente o primeiro impulso em caso de raios é tirar o eletrônico da tomada até que a tempestade passe, porém nem sempre isso é o suficiente para evitar que o equipamento sofra danos. Mesmo quando a energia volta à normalidade, picos de tensão ainda podem danificar os aparelhos que estão conectados às tomadas. Além disso, a concessionária pode passar por vários problemas que afetem o desempenho dos dispositivos, independentemente de tempestade, e o único modo de prevenir a queima é investindo em proteção.

Nobreaks são os produtos mais indicados para proteção de eletrônicos, ainda mais se, além de proteção, você também quer autonomia. Os nobreaks alimentam os equipamentos conectados a eles em caso de falta de energia ou oscilações da rede elétrica, mantendo-os ligados. Eles também têm um sistema de estabilização inteligente com filtro de linha e estabilizador embutidos, que evita a queima e o mau funcionamento de aparelhos eletrônicos.

Nobreaks têm ótimo custo-benefício, pois são mais econômicos do que soluções como geradores de energia. Versáteis, podem ser utilizados em residências para alimentar TVs, roteadores, pc gamers, e em empresas, para garantir que sistemas de segurança e servidores não sejam afetados em caso de instabilidades na rede elétrica. Alguns modelos mais específicos ainda são indicados a portões eletrônicos e data centers.

O que determina a autonomia do nobreak?

Os nobreaks contam com baterias internas ou externas que são carregadas automaticamente enquanto a rede elétrica está em pleno funcionamento. São elas, associadas a soma da potência dos equipamentos conectados, que determinam a autonomia do nobreak de acordo com a capacidade do modelo escolhido. Ou seja, quanto menor a carga total dos produtos conectados, mais tempo de autonomia o nobreak oferece.

Como funciona a autonomia do nobreak

Em uma eventual queda de energia, o nobreak entra em modo Bateria e evita o desligamento dos itens conectados a ele, possibilitando que você continue sua reunião via videoconferência, finalize um relatório, monitore um circuito de segurança ou mantenha um portão eletrônico funcionando.

Alguns modelos de nobreaks ainda têm possibilidade de expandir sua autonomia, permitindo que você conecte outras baterias seladas ou estacionárias em série e amplie o tempo que os dispositivos serão alimentados em caso de ausência de energia.

Escolhendo o nobreak ideal para a minha necessidade

Cada modelo de nobreak tem aplicações específicas para atender à necessidade de cada cenário. Sabendo quais equipamentos serão ligados a ele, você pode dimensionar o modelo ideal e estimar o tempo de autonomia que ele vai oferecer a seus eletrônicos em caso de falhas ou ausências elétricas.

Agora que você já sabe a importância de proteger equipamentos eletrônicos com nobreaks, acesse outros conteúdos em nosso site e saiba mais sobre as diferentes aplicações de nobreaks.

Fonte: Intelbras