Desde o início dos anos 2000, o Brasil realiza as campanhas anuais do Outubro Rosa com mais apoio e conscientização. É importante que a luta contra o câncer de mama seja mensal, através do autoexame, ou com a ajuda de ginecologistas, quando detectada alguma anomalia. 

A prevenção precoce não só ajuda no tratamento, como pode fazer dele um processo menos invasivo e doloroso. Hoje em dia, cada vez mais são descobertos métodos alternativos e eficientes, assim como meios tecnológicos para servirem de apoio emocional e de compartilhamento de experiências.

 

Confira 3 aplicativos que procuram auxiliar na luta contra a doença:

wecancer: o aplicativo permite acompanhar a evolução da doença, tanto para pacientes como para os médicos, através do compartilhamento de informações. O processo ficar mais tranquilo, por ser à distância e traz conforto e cuidado para a rotina de pacientes. Disponível para Android e iOS, você consegue mais detalhes sobre o App no site, clicando aqui;

MAMAtch!: a FEMAMA, entidade responsável por uma das iniciativas do Outubro Rosa, desenvolveu o aplicativo que procura promover a formação de redes de interesse entre pacientes, familiares, ONGs e qualquer pessoa envolvida no combate à doença. O App permite que usuários deem “match” em perfis de interesse, unindo pessoas com interesses semelhantes para troca de informações e experiências envolvendo a doença. Disponível tanto para Android como iOS, você ainda obtém o site para cadastro e navegação: acesse clicando aqui;

Tummi: um dos pioneiros dos aplicativos de monitoramento oncológico, com ele é possível dividir dúvidas, listar compromissos de exames, tratamentos e visitas médicas, criar relatórios sobre o tratamento e evolução da doença para compartilhar com seu médico e muito mais! Disponível tanto para Android como iOS.

 

Nesse momento, toda ajuda e companhia podem ser fundamentais para o processo ficar mais tranquilo para o paciente. Lembre-se sempre de conscientizar as mulheres ao seu redor para fazer o autoexame e quando possível, visitar um ginecologista. O Outubro Rosa precisa perdurar por todo o ano, para assim, conseguirmos combater o câncer de mama de forma efetiva e precoce!

 

Fontes: Revista Casa e Jardim; wecancer; FEMAMA; Tummi.