Novos limites do programa Minha Casa, Minha Vida

 

Os novos limites de renda e do valor dos imóveis do Minha Casa, Minha Vida já estão valendo. Agora, o preço da unidade subiu de R$ 190 mil para R$ 225 mil. Já a renda passou de R$ 5 mil para R$6.500 nas regiões metropolitanas do Rio,São Paulo e Distrito Federal.

Esses valores fazem parte da terceira fase do programa habitacional do governo e beneficiam as faixas dois e três, que usam recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os juros variam de 5,5% a 8,16% ao ano mais TR (Taxa Referencial) e o prazo de pagamento pode chegar a 30 anos. Até novembro de 2015, o programa contratou mais de quatro milhões de unidades, beneficiando quase 10 milhões de pessoas. Já foram entregues 2,4 milhões de moradias em todo o país.

Vale lembrar que a Caixa informou recentemente que este ano iria priorizar o atendimento à habitação de interesse social, já com novos valores de renda e de avaliação do imóvel. A medida foi adotada porque o segmento representa mais de 90% do déficit habitacional no país e, também, em decorrência da escassez de recursos da caderneta de poupança.

“Avaliamos como positivas as novas regras da Caixa para o mercado da construção civil. A partir desta medida será possível impulsionar a venda de estoques de imóveis que não se enquadravam no teto do financiamento e viabilizar lançamentos, por conta da renda ter subido para R$6.500, além de beneficiar mais famílias”, diz Leonardo Mesquita, diretor de Incorporação da Cury Construtora.

Ele adianta que comoanúncio das novas regras já está projetando para o este trimestre o lançamento do empreendimento Dez Zona Norte.

Opções no Rio e em Niterói

A MRV Engenharia oferece dois empreendimentos que já se enquadram nas novas regras do Minha Casa, Minha Vida. São apartamentos de dois quartos com opção de suíte em condomínio com lazer completo, nos bairros de Colégio e da Taquara.

E a construtora prevê mais lançamentos para o estado com este perfil. Já a Cury conta com três empreendimentos, dois na Zona Norte do Rio, com preços a partir de R$ 200 mil. São unidades com dois quartos, varanda e lazer. O terceiro empreendimento fica na cidade de Niterói, no bairro Barreto. Os apartamentos são vendidos a partir de R$ 222.300. A Celta Engenharia também tem opções no Rio Vida II e III, que estão localizados nos bairros de Campo Grande e Santa Cruz.

Condições para se ter acesso ao programa

A principal condição para uma família adquirir um imóvel do programa habitacional do governo federal é estar enquadrada nas faixas de renda previstas para modalidade. Famílias com renda mensal de até R$ 1.800 serão selecionadas pelas prefeituras. Os interessados devem se cadastrar na sede administrativa do município. Nas outras duas faixas de renda (R$ 3.600 a R$ 6.500), a contratação é feita diretamente com a construtora, com financiamento pela Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil.

(O Dia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *