O isolamento social para conter a disseminação do coronavírus pode acarretar em outros problemas, como stress, depressão e ansiedade. Por isso, ao manter o distanciamento social é preciso tomar alguns cuidados.

 

No Brasil temos a tradição de manter o contato físico para nos cumprimentarmos, de estarmos reunidos, a cultura da aproximação. Assim, o afastamento social tem sido um desafio e um momento para repensarmos nossas atitudes e hábitos, afirmou a superintendente de Saúde Mental da SES-GO, Candice Rezende.

 

Evite excesso de informação

Neste momento de isolamento social, as pessoas devem evitar o excesso de informações. Por exemplo, o indivíduo deve limitar a quantidade de noticiários que acompanha no dia. A repetição constante das informações e o exagero ou falsas notícias podem deixar a pessoa em estado mental de constante alerta, prejudicando o relaxamento e a capacidade de discernimento.

Procure ocupações

Procure manter a mente ocupada durante o período de isolamento social. Busque aprender uma nova atividade, leia um livro, faça um curso virtual, ligue para amigos e familiares, teste novas receitas, entre outras coisas.

Realize atividade física

Hoje em dia, a internet disponibiliza vários matérias para se exercitar sem sair de casa. A atividade física ajuda a promover a sensação de bem-estar, assim como melhora o funcionamento de todo organismo.

Evite pensamentos negativos

As pessoas devem buscar coisas para ocupar a mente, evitando pensamentos negativos. Adote medidas de autocuidado, como hidratar o cabelo, corte e faça as unhas.

O importante é voltar atenção para o autocuidado físico e mental durante o isolamento social.

Home office

Para obter melhor resultado trabalhando em casa, crie uma agenda e rotina para seu trabalho. Escolha um cômodo tranquilo para realização das atividades e estabeleça um cronograma para executar pausas.

 

Fonte: Eu quero investir