Confira dicas de veterinárias e receitas caseiras para eliminar o odor forte

Quem tem um cão ou gato de estimação sabe muito bem que os cuidados com higiene em casa precisam ser redobrados. Sem dúvidas, a manutenção da limpeza encara desafios, e um dos maiores obstáculos é o odor que os bichinhos podem deixar no lar. Mas apesar de exigirem uma atenção um pouco maior, existem alguns cuidados que você pode ter em casa para minimizar o problema e eliminar o mau cheiro. Confira algumas dicas de especialistas que podem ajudar:

Banho e tosas regulares

De acordo com a veterinária Jade Petronilho, pós-graduada em medicina e dermatologia veterinárias, o primeiro passo é manter uma rotina de banhos e de higiene com os bichinhos. A frequência destes cuidados vai depender do odor e da raça do pet. “Nos gatos, por exemplo, não é necessário dar banho, pois eles têm capacidade de fazer autolimpeza. No entanto, caso o gato esteja idoso ou tenha problemas de saúde, ele pode não conseguir se limpar e ter um cheiro forte. Nestes casos, é recomendado o banho”, explica Petronilho. “A rotina de banhos pode ser feita em um intervalo de 15 dias, mas também depende da raça do pet. Porém, pode acontecer de o mau cheiro não estar relacionado com o pelo ou pele do animal, mas com a orelha, por exemplo. Por isso, é importante consultar um veterinário para entender melhor a origem do odor”.

Como fazer a higienização da casa para eliminar o odor

Para começar, é necessário ficar atento aos tecidos mais pesados, como cobertores e mantas. E, caso seu pet tenha o costume de passar mais tempo em uma região específica do sofá, esta área irá apresentar um cheiro mais forte. Para limpar o móvel, Petronilho recomenda usar aspiradores, para evitar a proliferação de fungos, bactérias, pulgas e carrapatos. Em seguida, deve-se passar um pano úmido no sofá e deixar secar bem. Apesar de existirem no mercado alguns produtos que ajudam nesta limpeza, os pais e mães de pet devem ficar atentos ao cheiro do produto para evitar alergias no animal. E, de modo geral, o uso de sofás com tecido impermeável é uma boa recomendação para quem tem animais de estimação em casa.

Além disso, para a limpeza, a veterinária Thaís Matos, recomenda uma solução caseira com um copo de água, uma xícara de vinagre e duas colheres de bicarbonato de sódio. “Misture tudo e borrife na mancha. Deixe agir por alguns minutos e limpe com uma toalha. Também existem algumas opções de produtos que ajudam na tarefa: os aromatizantes podem neutralizar cheiros ruins na casa, não apenas o do xixi de cachorro. Já os eliminadores de odor podem parecer ter a mesma função dos aromatizantes, mas não exatamente. Eles são vendidos em líquidos e servem para limpar os locais onde o mau cheiro está, como aquele canto com xixi de cachorro. Também ajudam a desinfetar e perfumar o ambiente”, finaliza a especialista.

Por fim, outro local que exige atenção é a caminha do pet. “Elas podem ser lavadas nas máquinas de lavar, ou pode ser usado um produto neutro como sabão de coco. Esta mesma lavagem serve como dica para cobertores e tecidos mais pesados”, diz Jade Petronilho.

Como limpar a urina dos pets

Por fim, é necessário prestar atenção a uma última fonte de mau odor quando falamos de pets: a urina dos bichinhos, já que, afinal, acidentes acontecem, certo? De acordo com a veterinária, Thaís Matos, os procedimentos de limpeza são diferentes quando o xixi está fresco e quando ele está seco. “Em casos de xixi fresco, o tutor pode cobrir o local com bastante papel-toalha para que a urina seja toda absorvida. Depois, é necessário lavar a área com água fria”. E, caso o pano fique com um odor muito forte após a limpeza, isso é bom sinal: significa que a maior parte do material foi absorvida. “Finalize colocando bicarbonato de sódio no local e deixe por um tempo. Depois é só limpar bem. Você pode usar um aspirador de pó para remover tudo e concluir a limpeza”, recomenda Thaís.

Fonte: Casa Vogue