Travessa Belas Artes, no Centro, será revitalizada

O larguinho da Travessa Belas Artes, entre a Avenida Passos e a Rua Gonçalves Ledo, no Centro do Rio, será revitalizado no segundo semestre. A ideia é da multinacional Mongeral Aegon, que ocupa um prédio ali e já contratou o escritório Paulo & Hamilton Casé para desenvolver o plano de renovação urbana do local.

Na perspectiva, há duas propostas dos arquitetos: recolocar no largo esta escultura de Amilcar de Castro (1920-2002) e erguer, ao fundo, um painel provisório reproduzindo a fachada da antiga Academia Imperial de Belas Artes, projetada pelo arquiteto francês Grandjean de Montigny (1776-1850) e que foi demolida em 1938.

Hoje, a área da academia é um estacionamento. A prefeitura do Rio ainda não decidiu se irá levar a escultura para a Travessa Belas Artes, seu lugar de origem. É que ela fora transferida para o Leblon, a pedido da família de Amilcar de Castro. A conferir

(O Globo/Ancelmo Gois)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *