A água é um bem essencial para a vida e que, como todo recurso natural, se a utilizarmos de forma errada, pode acabar. Apesar disso, muitas pessoas ainda acham que economizá-la não é tão importante, mas, acredite: ela é finita, e, se não tomarmos cuidado desde agora, as próximas gerações poderão sofrer com a sua falta.

Além de economizar água, também é importante ressaltar que podemos reutilizá-la. Um bom exemplo disso são as águas residuais, que são as águas descartadas pela indústria, comércio, residências e agropecuária após ser utilizada. Apesar de ser imprópria para o consumo, esse tipo de água pode ser tratada e reaproveitada – o que não acontece, segundo um estudo feito pela Unesco, que mostra que 80% das águas residuais do mundo são despejadas no meio-ambiente sem tratamento prévio.

A infraestrutura e a renda são fatores que influenciam diretamente o reaproveitamento das águas residuais. Ainda segundo a Unesco, enquanto países desenvolvidos reaproveitam cerca de 70% dessa água proveniente de área urbana e indústria, países de baixa renda reutilizam apenas 8%.

Com tanta gente sem acesso à água para necessidades básicas, não podemos dar espaço ao desperdício. Por isso, separamos algumas dicas de como reaproveitar esse bem tão precioso na sua casa. O meio-ambiente e o seu bolso agradecem!

Máquina de lavar: a água que é descartada pela lavadora de roupas possui sabão, ou seja, é perfeita para lavar o chão de algumas partes da casa, como a varanda ou o quintal, por exemplo. Mas não se esqueça: como contém alguns produtos químicos, essa água deve ser reutilizada em até 48h.

Água da chuva: é o primeiro tipo de água que vem à nossa cabeça quando falamos de reaproveitamento, certo? É uma água limpa (mas não potável!) e que, portanto, pode ser utilizada para diversas atividades, como a irrigação do jardim, lavagem das áreas comuns e de veículos.

Água do chuveiro: se o seu chuveiro tem aquecimento a gás, dificilmente você entra direto embaixo dele. Então, que tal coletar em um balde a água que corre enquanto espera esquentar? Essa água é limpa e pode ser utilizada para diversos fins.

Na cozinha: até a água do cozimento de alimentos pode ser reaproveitada. Por exemplo: se estiver cozinhando legumes e sobrar água, ela pode ser utilizada para regar as plantas. E, na hora de descongelar uma comida que está congelada (e não puder utilizar o microondas para isso), dê preferência a colocá-la de molho em uma bacia.

Até a água congelada: o gelo também pode ser aproveitado! Ao descongelar a geladeira ou o freezer, remova as placas de gelo, espere que derretam e use a água para regar plantas.

Vazamentos: não esqueça sempre de prestar atenção a possíveis vazamentos em casa. Ainda que pequenos, eles podem causar um grande gasto de água.

E deixamos aqui um alerta: ao reaproveitar água, devemos sempre tomar cuidado com o seu armazenamento, para não aumentar os criadouros de mosquitos Aedes aegypti. Não deixe, em hipótese alguma, água limpa e parada em reservatórios, vasos de plantas, calhas, baldes, etc. Além disso, não deixe de fazer constantemente a manutenção e limpeza da caixa d’água de casa ou do condomínio.

Tudo indica que, nos próximos anos, a demanda por água deve aumentar significativamente. Para não deixar as nossas futuras gerações sem água para as suas necessidades básicas, devemos lembrar que economizar é preciso, mas reaproveitar também é importante! 🙂