Especialistas orientam como negociar valores de aluguéis

Com a inflação em alta e o aumento do desemprego, o mercado de aluguéis de imóveis é um dos mais impactados da economia. Segundo o Sindicato da Habitação do Rio (Secovi Rio), a oferta de bens residenciais para locação na cidade do Rio cresceu 51,29%. Como consequência, os preços caíram. Por isso, o momento é de os inquilinos negociarem melhor os contratos.

Lucas Vargas, vice-presidente executivo de um portal imobiliário, explica que o primeiro passo a ser dado antes de partir para a negociação é verificar se existe, no bairro atual, uma tendência de queda de preços. Isso servirá como argumento para se manter no imóvel sem ter reajuste ou, quem sabe, até pagando um pouco menos.

— Durante a argumentação, quem aluga tem que partir para o lado das desvantagens que o proprietário teria ao trocar um locatário: a segurança (que ele já tem de receber o pagamento em dia, caso seja um bom pagador) e o tempo (em que o imóvel pode ficar vazio), se o dono demorar a alugar de novo.

Eduardo Pradal, sócio-diretor do portal Movia, dá outras dicas de negociação. Confira abaixo.

COMO NEGOCIAR

Conheça o mercado

Pesquise os valores online, consulte vizinhos e amigos, e visite alguns imóveis. Conhecer a média dos aluguéis na região pode garantir uma redução no valor do contrato.

Mostre seu valor

Convença o proprietário de que você é comprometido e está interessado no imóvel, e não é apenas alguém sondando os preços mais baixos. Se estiver negociando uma renovação, lembre ao proprietário sobre seus pagamentos sempre pontuais, e sobre as melhorias feitas na unidade.

Imóvel vazio

Descubra há quanto tempo o imóvel está no mercado. Se continua vazio depois de um ou dois meses de disponibilidade, o proprietário pode ficar com receio de perder dinheiro e estará mais disposto a negociar.

Não à primeira oferta

Mesmo que esteja confortável com o valor anunciado, ofereça menos do que estão pedindo. Se isso não funcionar, pelo menos ainda terá uma margem para negociar.

Corretor

Um bom profissional é alguém que conhece técnicas de negociação, e não apenas um mensageiro entre o inquilino e o proprietário do imóvel. Faça o corretor trabalhar a seu favor. Além disso, um bom profissional pode lhe mostrar alternativas numa faixa de preços que caiba no seu orçamento.

(O Globo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *