Cuidados em condomínios no combate ao Aedes aegypti

 

As notícias que associam os recentes casos de microcefalia relatados no país com o Zika Vírus vêm, mais uma vez, levantado a importância do combate aos focos do Aedes aegypti, o mosquito transmissor não apenas do Zika mas também da dengue e a da febre Chikungunya.

Apesar de se falar tanto sobre a forma como a doença afeta as gestantes e seus bebês, a situação serve de alerta sobre a gravidade do problema e a necessidade de medidas de precaução que evitem a proliferação dos mosquitos, principalmente com a chegada do verão.

Quando se pensa em focos de reprodução, muitas pessoas imediatamente os assimilam a casas. No entanto, condomínios verticais também abrigam potenciais criadouros, tanto nas áreas comuns (em vasos de plantas, caixas d’água e até em alguns tipos de plantas), quanto dentro dos apartamentos (em ralos, filtros, bebedouros de animais e até bandeja de ar condicionado ou geladeiras mais antigas).

Para combater as larvas do Aedes aegypti, não basta retirar água dos locais onde há acúmulo, é importante mantê-los limpos. Isso porque os ovos do mosquito podem resistir por até um ano em ambientes secos. Além disso, ao descartar a água, é necessário despejá-la no chão cimentado, terra ou asfalto e não em ralos ou pias, pois, como as larvas são aquáticas, podem sobreviver nessas condições.

Veja algumas dicas para evitar a reprodução do Aedes aegypti no condomínio:

• Evite utilizar pratinhos embaixo dos vasos de planta. Mas caso seja necessário, busque modelos que fiquem ajustados ao fundo do vaso ou encha-os com terra;

• Algumas plantas comuns em jardins de condomínios acumulam água, como bromélias e gravatas. Procure mantê-las secas;

• Coloque água sanitária ou desinfetante nos ralos semanalmente;

• Mantenha caixas d’água bem fechadas;

• Mantenha piscinas bem limpas;

• Alerte os condôminos que possuem bichinhos de estimação a higienizarem os bebedouros de seus animais pelo menos uma vez por semana.

(Secovi Rio)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *