Imóveis em Itaboraí serão readequados

 

Ao menos 12 imóveis residenciais localizados às margens da Avenida 22 de Maio, principal via de Itaboraí, passarão por readequações. Isso porque, muros, cercas e varandas destas propriedades foram construídas de forma inadequada, dentro do perímetro da via, e que legalmente pertence ao município. Como a revitalização da Avenida segue em ritmo acelerado entre os bairros de Vendas das Pedras e Esperança (Reta), serão necessárias essas intervenções para que a primeira etapa da obra continue avançando.

“Essas medidas já estavam previstas e são essenciais para que possamos realizar tudo o que está detalhado no projeto original. Entre eles, calçadas, ciclovias, rampas de acessibilidade e pontos de ônibus. Caso contrário, a via que será ampliada de duas para quatro faixas, ficaria limitada. Nos locais em que houver recuos de muros ou varandas, por exemplo, a própria empresa contratada para executar o projeto se encarregará de fazer esses ajustes. Não haverá ônus para o proprietário quanto a isso”, esclareceu o prefeito de Itaboraí, Helil Cardozo.

A expectativa, segundo José Manoel Gonçalves, gerente operacional da obra, é que até o final de outubro seja concluída a primeira faixa da Avenida 22 de Maio, que liga o Bairro Esperança à região de Vendas das Pedras. Para isso, ele explica que será necessário primeiro, realinhar os imóveis que se encontram atualmente de forma irregular. “Nós finalizamos os trabalhos de drenagem e já estamos avançando na parte de compactação. Atualmente cerca de 100 profissionais estão mobilizados nesse empreendimento. Nos últimos dias, tem chovido bastante. Mesmo assim, estamos confiantes de que vamos concluir tudo dentro do prazo”, disse José.

Durante essa semana, fiscais de posturas da Secretaria Municipal de Obras irão aos imóveis para orientar e sanar as dúvidas dos proprietários. Nesta quarta-feira (09), quando o prefeito Helil Cardozo esteve presente na região, ele conversou com moradores e conferiu novamente todos os detalhes do projeto. Em seguida, vistoriou as obras no bairro de Nova Cidade, onde sete das 20 ruas previstas para serem pavimentadas já estão concluídas.

Revitalização 

As obras da Avenida 22 de Maio são fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Itaboraí e o Governo do Estado, por meio do Programa Somando Forças. Os trabalhos estão orçados em R$ 186 milhões. A previsão de conclusão de todo o trabalho é de 16 meses.

Além de nova pavimentação, a via terá trechos duplicados e ganhará equipamentos modernos de iluminação com fiação subterrânea, áreas de lazer, acessibilidade, ciclovia, ponte, passarela e a construção de uma grande praça em Joaquim de Oliveira, com um centro de convenções.

Pavimentação 

Em Nova Cidade, os trabalhos também estão avançando. No total, sete das 20 ruas previstas para serem pavimentadas na região estão concluídas e outras três estão em fase de finalização. Durante a visita na manhã desta quarta-feira, Helil conversou com parte dos 40 operários que atuam no bairro e ouviu sugestões de comerciantes. “Em dias de chuva como os de hoje, não dava nem para sair de casa. A gente agradece porque pela primeira vez estamos sendo lembrados”, disse a comerciante Elizângela Araújo, de 41 anos.

Assim como ela, o aposentado Ademir Rodrigues, que há mais de 20 anos reside no bairro, também está comemorando os investimentos na região.  “Há um ano, meu filho montou uma barbearia, mas a gente sabe que os clientes não gostam de passar numa rua sem condições. Agora, acredito que as coisas vão mudar, e para melhor”, ressaltou Ademir.

(O Fluminense)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *