Cuidados simples ajudam a evitar infestações de cupins dentro de casa

Os cupins são seres pequenininhos, mas que tiram o sossego de muita gente. De acordo com Cláudio Francisco, que trabalha em uma empresa especializada na eliminação dos insetos, os bichinhos invadem os móveis e imóveis em busca de alimento e abrigo e necessitam de algumas condições específicas para sobreviver. “Eles precisam de umidade para viver e poderão morrer se forem expostos à luz do sol ou ao ar livre”, alerta.

Segundo o especialista, os cupins se alimentam de celulose, não somente da madeira, mas de qualquer outra coisa que contenha o material, como livros, carpetes, papel de parede e móveis. “São insetos sociais, assim como as abelhas e formigas. Isso quer dizer que se organizam em classes sociais ou castas, que são as funções específicas transmitidas por hereditariedade.”

Evite problemas

Para não ter imprevistos com os cupins, o ideal é evitar a estocagem inadequada de madeira e seus derivados, principalmente em locais úmidos, além de vistoriar periodicamente rodapés, móveis, forros, esquadrias e outras estruturas de madeira. Outra dica é proteger a superfície exterior das madeiras com tintas, vernizes ou outras coberturas apropriadas para vedar frestas e rachaduras.

“É importante a colocação de telas em portas, janelas e outras aberturas para evitar a entrada dos insetos, principalmente durante as revoadas nupciais, que é quando os pares se formam e se reproduzem”, orienta o especialista em descupinização, o serviço de erradicação de cupins.

Na hora de comprar um imóvel, explica Taís Oliveira, auxiliar administrativa de uma empresa especializada no serviço de controle de pragas, a pessoa deve se atentar à procedência e ter certeza de que a madeira é tratada para não enfrentar problemas com os insetos.

Danos causados

Arrastar os móveis e verificar rodapés é importante para checar se existe alguma infestação de cupins dentro de casa. Foi o que fez o funcionário público municipal Roberto Bressane. “Percebi a presença deles quando vi que o fundo do armário do meu quarto tinha um buraco, pois os cupins estavam comendo. Depois disso, verifiquei que os criados-mudo também estavam sendo atacados. Ocorreu perda total e foi preciso substituir”, lembra.

Bressane conta que haviam túneis construídos na superfície do piso e da parede, que serviam de caminho para que os cupins chegassem até a madeira escolhida pra comer. “Antes disso, eu desconhecia como agiam os cupins subterrâneos e não tomava medidas preventivas neste sentido”, comenta.

O funcionário público precisou procurar a ajuda de especialistas no assunto para se livrar da infestação. “Contratei uma empresa especializada em descupinização. Foi aplicado veneno no solo e feito diversos furos envolta do cômodo atacado para que fosse criada uma barreira química de proteção no local.”

Descupinização

A empresa de descupinização onde Taís trabalha, que atua na região de Sorocaba (SP), oferece dois tipos de serviço: o de solo, utilizado para erradicar cupins em pisos; e o de madeira seca, ideal para todo tipo de madeira não tratada.

Para eliminar os insetos, explica Taís, é preciso atuar de forma anterior e posterior. A primeira é através da ação preventiva, quando a pessoa compra a madeira sem tratamento e não quer correr o risco de ter uma infestação. A outra forma é quando já existe a proliferação, mas ainda há possibilidade de recuperação do móvel.

Após ter a casa invadida por cupins, Roberto passou a se prevenir e ficar atento aos detalhes para não ser pego de surpresa novamente. “Deve-se ficar atento às frestas dos pisos ou revestimentos das paredes, pois existem túneis superficiais construídos pelos próprios cupins para chegar até o local que pretendem atacar. Percebendo a existência, deve-se solicitar a presença de um técnico”, conclui.

(G1)

1 comentário em “13/05/2016 -> Cuidados simples ajudam a evitar infestações de cupins dentro de casa”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *